Director: João Carlos Vieira
Quarta, 27 Outubro 2021 - Periocidade diária
2021-09-18 20:53
Paço de Arcos e Parede entram a perder no campeonato nacional

Parede e Paço de Arcos não conseguiram pontuar nos jogos de estreia, que marcaram o regresso destas duas equipas da linha, ao campeonato da primeira divisão nacional.

O Parede, com a missão mais complicada, jogava no Pavilhão Municipal de Ponte de Lima, frente à poderosa equipa da Juventude de Viana. A equipa de Pedro Gonçalves entrou bem organizada no ringue, a dificultar ao máximo as intenções dos donos da casa, conseguindo resistir os primeiros 20 minutos, pois a Juventude de Viana só viria a marcar os dois primeiros golos nos derradeiros cinco minutos, aos 20 e 24 minutos, indo para o intervalo, na frente do marcador, por 2-0.

A segunda parte não podia começar melhor para os da casa, que logo na primeira jogada, eleva o marcador para 3-0, aos 26 minutos, como que, praticamente matando as esperanças do Parede de poder discutir os pontos em jogo, mas a turma da Linha de Cascais não se dava por vencida e pouco depois, reduzia para 3-1, com um golo de Manuel Coimbra, aos 30 minutos.

Um golo a animar as hostes paredenses, Parede que, numa excelente reação ao golo, volta a marcar aos 37 minutos, desta feita por Ricardo Lopes, a relançar a partida e a discussão pelo triunfo do jogo, ao reduzir para a desvantagem mínima, de 3-2.

Um jogo com uma parte final de emoções fortes, com o Parede a exibir-se a um excelente nível, e apesar da Juventude de Viana chegar ao 4-2, o Parede fez logo a seguir o 4-3, por Manuel Coimbra. O mesmo sucedeu quando os da casa conseguiram o 5-3 e logo o Parede, sempre a correr atrás do marcador, reduzir de novo para a diferença mínima, com um golo, apontado por João Alves, aos 44 minutos, a colocar o resultado, em 5-4.

A parte final do encontro decorreu numa toada de para e resposta com as duas equipas a poderem marcar. O Parede a ver uma bola embater no ferro da baliza adversária e a Juventude de Viana ainda a desperdiçar uma grande penalidade, e o jogo chega ao fim sem o marcador se alterar. Grande exibição do Parede, um digno vencido em Ponte de Lima, a marcar o regresso, 28 anos depois, da turma de Linha de Cascais à primeira divisão nacional.

O Paço de Arcos estreava-se em Braga, num jogo teoricamente mais acessível e que já se aguardava equilibrado, e até não começou mal, estando mesmo a ganhar por duas vezes, inaugurando o marcador por André Ferreira aos 8 minutos, e depois do empate dos da casa, ter voltado à situação de vencedor, com um golo de Ricardo Barreiros, a fazer o 1-2.

Contudo, a partir daí, os bracarenses mostraram uma maior eficácia e com dois golos sem resposta, conseguem dar a volta ao marcador nos minutos seguintes, indo para o intervalo já a ganhar, por 3-2.

Na segunda parte, o Braga começa por marcar mais dois golos, elevando o marcador até a uns confortáveis 5-2. O Paço de Arcos tentou reagir e alterar o rumo dos acontecimentos, mas não conseguiu os sues intentos e foi já praticamente em cima do apito final, com um golo de João Sardo, que marcou o seu último golo, fixando o placar, em 5-3.

Resultados da 1.ª jornada: Juventude Viana – Parede, 5-4; Braga – Paço de Arcos, 5-3; Benfica – Sanjoanense, 9-5; Oliveirense – Marinhense, 6-1; Tomar – Turquel, 3-3; Porto – Barcelos, 4-3; Valongo -Sporting (adiado para 22/09).

Na classificação geral e por esta ordem lideram as equipas que lograram a vitória nesta 1.ª jornada: 1.º Oliveirense; 2.º Benfica; 3.º Braga; 4.º Porto; 5.º Juventude Viana, todos com 3 pontos. Seguem-se, em 6.º lugar o Tomar e em 7.º o Turquel, ambos com 1 ponto. Entre as equipas que ainda não pontuaram, o Parede é o 10.º classificado e o Paço de Arcos encontra-se no 12.º lugar.

Na próxima jornada (2.ª), marcada para o dia 25 de setembro as equipas da Linha regressam a casa, com o Paço de Arcos a receber a equipa da Oliveirense, às 18h00, e o Parede, a jogar também diante do seu público, defrontando o Valongo às 21:00 horas

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site