Director: João Carlos Vieira
Terça, 15 Junho 2021 - Periocidade diária
2021-05-09 20:11
Estados Unidos e Alemanha triunfam em Cascais

campeonato Cascais 49er & 49er Fx Championship 21, não poderia ter terminado da melhor maneira com o campo de regatas da baía de Cascais a entregar o que tem de melhor, com condições fantásticas para a prática de vela.

Nestas condições fabulosas os velejadores olímpicos tiveram o dia mais parecido com as condições de mar da baía de Sagami, em Tóquio, com vaga grande e larga. O último dia estava reservado para a regata das medalhas para ambas as frotas. Esta é uma única regata para cada classe, 49er e 49erFx. Esta regata é especial uma vez que contou a dobrar para a classificação geral estando elegíveis apenas os dez melhores concorrentes em prova, de cada divisão.

A primeira Medal Race foi a da classe Olímpica masculina que teve inicio ao meio dia como previsto. O campo de regatas a essa hora encontrava-se com vento de noroeste e com 14 nós de intensidade. Com estas condições, a decisão táctica para os velejadores olímpicos era seguir para o lado esquerdo do campo onde o vento se encontrava mais consistente em pressão, ou fazer a regata pelo lado direito onde a direcção do vento era mais favorável para chegar à baliza de barlavento.

Depois do sinal de largada a frota dividiu se ao meio na escolha do lado do percurso, e na primeira aproximação à boia do campo de regatas ambas as escolhas táticas resultaram numa aproximação equilibrada, uma vez que a frota de uma dezena de barcos se mantinha compacta. A primeira passagem na baliza de barlavento ocorreu com o barco francês da jovem equipa de Astride Girou e de Noah Chauvin a liderar a regata das medalhas.

A equipa gaulesa manteve a liderança durante metade da primeira regata mas na segunda bolina perdeu a liderança do campeonato para os Irlandeses que rondaram a ultima baliza do campeonato em primeiro. Durante este espectáculo na frente os experientes locais Jorge Lima e José Costa iam recuperando terreno para os adversários da frente. O ponto-chave da regata da dupla portuguesa foi a escolha da baliza de sotavento que optaram por seguir pela bóia esquerda e assim fizeram a segunda bolina pelo lado esquerdo do percurso, que no final trouxe frutos ao recuperarem distancia para os líderes rondando na segunda posição.

Já na última perna do percurso a equipa lusa volta a mostrar a sua experiencia, tendo cambado primeiro que o líder, e assim tendo apanhado o salto de vento primeiro que os seus opositores tendo assim ganho a frente desta regata. Depois de tomarem a liderança na última perna Jorge Lima e José Costa não largaram mais a liderança e venceram assim a Medal Race. Infelizmente a vitória na regata final não foi suficiente para conquistar um lugar no pódio da classe olímpica. Lima e Costa terminaram este campeonato na quinta posição da geral.

Os grandes Vencedores do campeonato na classe olímpica 49er foram os Norte Americanos Nevin Snow e Dane Wilson que lideravam a tabela da classificação há um par de dias. Foram vices os jovens irlandeses Robert Dickson e Sean Waddilove. No lugar mais baixo do pódio ficaram também os norte americanos Ian Barrows e Hans Henken.

Seguida a Medal Race Masculina foi a vez de as senhoras tomarem conta do palco em Cascais. Com o vento mais fraco que tornou mais proeminente o salto de vento na direita para a regata da classe 49erFx. Depois da largada a equipa Holandesa de Annemiek Bekkering e Annette Duetz ter largado do lado do barco visor, com alguma vantagem para o resto da frota, seguiu com a equipa dinamarquesa Ida Nielsen e Marie Olsen para proteger a sua curta vantagem na classificação.

Já com uma largada menos conseguida e sem nada a perder a equipa britânica de Charlotte Dobson e de Saskia Tidey apostaram as fichas todas no canto direito do campo de regatas e ganharam uma vantagem enorme sobre o resto das suas adversárias. As inglesas nunca largaram a liderança desde a primeira rondagem da baliza tendo com este bom resultado na regata final terminado o campeonato na 6ª posição da classificação geral. No meio da frota da Medal Race foi onde tudo se decidiu.

As espanholas Tamara Echegoyen e Paula Barcelo fizeram uma regata com algumas dificuldades tendo terminado na oitava posição. Com um resultado menos conseguido de Espanha a equipa alemã de Tina Lutz e Susann Beucke não deu tréguas e tudo levou nesta regata das medalhas. Lutz e Beucke fizeram uma regata conservadora tendo terminado a derradeira prova na quarta posição sendo este resultado o suficiente para ultrapassar Echegoyen e Barcelo por um ponto e assim conquistar o lugar mais alto do pódio em Cascais.

Enquanto a Dinamarca e a Holanda se gladiavam no campo de regatas da medal race pelo suposto terceiro lugar a equipa do Brasil fez também uma regata muito bem conseguida tendo terminado esta na segunda posição. Este bom resultado de Martine Grael e Kahena Kunze foi o suficiente para deixar as equipas do norte da europa fora do pódio neste campeonato. Grael e Kunze fecharam assim a sua prestação em Cascais na terceira posição da Geral.

No total foram 4 os continentes representados - América, Europa, Ásia e Oceânia – num total de 19 nacionalidades vão velejar na baía de Cascais. O campeonato decorree em Cascais de 4 a 9 de Maio onde ocorreram 28 regatas e duas medal races distribuídas pelas duas classes olimpicas.

O próximo campeonato para as classes olímpicas de 49er e 49erFx será também em Cascais de 7 a 12 de Junho. Este campeonato será fechado às equipas já apuradas para os Jogos Olímpicos de Tóquio que se irão realizar este ano no início de agosto. Temos já a confirmação das candidatas à medalha de ouro em Tóquio, a equipa de Espanha, Nova Zelandia, Brasil. Já na classe masculina temos a confirmação das equipas candidatas à vitória em Tóquio que são Espanha, Croácia, Alemanha. Será uma verdadeira chuva de estrelas no 2021 Cascais 49er & 49erFx Championship – act II.

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site