Director: João Carlos Vieira
Sexta, 30 Outubro 2020 - Periocidade diária
2020-10-12 17:28
Campeão nacional de surf decide-se na etapa de Cascais

Os melhores surfistas nacionais rumam ao berço do surf para o Bom Petisco Cascais Pro, quinta e última etapa da Liga MEO Surf 2020, a principal prova de surf em Portugal e a que define os títulos de campeões nacionais.

                                              Teresa Bonvalot já garantiu o título feminino

id-19 vigente, esta última etapa é também um marco histórico já que esta que é a 10.ª edição da principal plataforma de surf em Portugal acaba por conseguir concretizar em pleno os seus planos iniciais. 

Em jogo, no Bom Petisco Cascais Pro, está o título de campeão nacional masculino, depois de no feminino, Teresa Bonvalot já se ter sagrado campeã de forma antecipada, sendNum ano atípico, onde a Liga MEO Surf foi realizada totalmente com a pandemia Covo que ambos são os únicos títulos oficiais sénior discutidos em formato de tour de todo o mundo na época desportiva de 2020. 

“O melhor surf está de volta à praia de Carcavelos e Guincho num regresso da normalidade competitiva possível que muito se saúda. Para manter a tradição, voltamos a ser palco de todas as decisões. Pela décima vez, é em Cascais que se coroará o campeão nacional. Desejo boa sorte a todos os atletas e em particular aos que vestem as cores de Cascais e que estão no centro de disputa pelo título máximo do surf português”, diz Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais.

Afonso Antunes, Frederico Morais e Vasco Ribeiro são os três candidatos, com o primeiro, de apenas 17 anos, a chegar a Cascais na liderança do ranking. Todos os três surfistas dependem apenas deles próprios para chegarem ao título e sucederem a Miguel Blanco como campeão nacional, o que acrescenta emoção extra ao desfecho da Liga MEO Surf. Tudo se vai decidir no Guincho ou em Carcavelos, consoante as condições do mar. 

Ranking Liga MEO Surf 2020 – Candidatos ao Título: 

1º Lugar – Afonso Antunes: 3.200 pontos (venceu a 2ª etapa) 2º Lugar – Frederico Morais: 3.190 pontos (venceu a 1ª etapa) 3º Lugar – Vasco Ribeiro: 3.000 pontos (venceu as 3ª e 4ª etapas).

Cenários Título Nacional Masculino: 

- Se Afonso Antunes ganhar a etapa é campeão nacional; - Se Frederico Morais ganhar a etapa é campeão; - Se Vasco Ribeiro ganhar a etapa é campeão; - Se Afonso Antunes terminar no 2.º posto, Frederico Morais/Vasco Ribeiro tem de vencer a etapa para ser campeão; - Se Afonso Antunes terminar no 3.º posto, Frederico Morais/Vasco Ribeiro tem de ser pelo menos segundo para ser campeão; - Se Afonso Antunes terminar no 5.ª posto ou pior, Frederico Morais tem de ser pelo menos segundo para ser campeão; Vasco Ribeiro tem de ser pelo menos 3.º para ser campeão; - Com Afonso Antunes fora da corrida, entre Frederico Morais e Vasco Ribeiro quem chegar mais longe é campeão.

Do lado feminino, apesar de o título já estar entregue à surfista da Linha de Cascais Teresa Bonvalot, por antecipação, espera-se, igualmente, grande emoção na discussão desta última etapa da temporada entre as melhores surfistas nacionais. Com Teresa com três triunfos nesta temporada da Liga, a apenas um para registar duas dezenas de vitórias em etapas na sua carreira, Yolanda Hopkins e Carolina Mendes, ambas com uma vitória este ano, surgem como as grandes rivais. No entanto, há várias representantes da nova geração, como Kika Veselko, Mafalda Lopes, Gabriela Dinis ou Carolina Santos, dispostas a inscreverem o seu nome pela primeira vez na lista de vencedoras de etapas da Liga MEO Surf. 

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site