Director: João Carlos Vieira
Segunda, 26 Agosto 2019 - Periocidade diária
2019-04-14 13:21
Frederico Morais bate marroquino e sagra-se vencedor do Pro Santa Cruz

O surfista da Linha de Cascais Frederico Morais foi o grande triunfador do Pro Santa Cruz presented by Noah Surf House, etapa de categoria 3000 do circuito mundial de qualificação da World Surf League.

No heat final do evento, o surfista cascalense derrotou o marroquino Ramzhi Boukhiam, surfista que, curiosamente, o tinha eliminado nos quartos-de-final, desta mesma prova, em 2018. Em 2017, recorde-se Frederico Morais tinha ficado em 3º lugar. 

“Estou sem palavras. É a minha segunda vitória de sempre no QS e, a primeira, foi no ano em que me qualifiquei para o World Tour (2016). Não tive um bom início de ano na Austrália, por isso é que também estou aqui. Ganhar em casa, à frente destas pessoas, que me apoiaram incansavelmente, deixa-me sem palavras. É para isto que trabalhamos. Tenho trabalhado bastante com o meu treinador. Tentar mudar algumas coisas e a fazer coisas novas. É o que temos feito, foi o que fiz na final e resultou. Estou muito feliz!” referiu o surfista vencedor do Pro Santa Cruz presented by Noah Surf House 2019.

Frederico Morais, que surfou sete ondas final, o mesmo número que o seu adversário, fez um total de 13.60 pontos (em 20 possíveis), para os quais contribuíram um 7.00 (em 10 ponto possíveis) e um 6.60. O seu adversário fez uma pontuação total de 10.34.

Nas meias-finais, o surfista de Cascais eliminou o francês Jorgann Couzinet, depois de já ter eliminado o também francês Nomme Mignot nos quartos-de-final. Com esta vitória em Torres Vedras, Frederico Morais recebeu 3000 pontos a contar para o QS.

À entrada para este dia de prova havia dois portugueses e foi nesta ronda, quartos-de-final, que Vasco Ribeiro foi eliminado, pelo brasileiro Luel Felipe, ficando por isto em 5º lugar. O português fez 9.23 pontos contra os 12.50 do seu adversário. Com este resultado, Vasco Ribeiro acumulou 1260 pontos para o seu ranking do WQS.

Tal como esperado, as ondas apresentaram-se no derradeiro dia mais pequenas, mas menos afetadas pelo vento. Sem hesitação, a organização de prova recomeçou a competição e concluiu os sete heats por realizar até à coroação do campeão de 2019.
PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site