Director: João Carlos Vieira
Sábado, 25 de Novembro de 2017
2017-11-07 19:08
“A Casa dos Espíritos” na próxima sessão de “Livros Proibidos” em Oeiras

A Casa dos Espíritos, de Isabel Allende, é a obra que estará em análise na próxima sessão do ciclo de conversas “Livros Proibidos”, da Câmara Municipal de Oeiras, que terá lugar no dia 15 de novembro, às 21h30, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras. A convidada deste encontro, moderado por Maria Flor Pedroso, será Maria João Luís, atriz e encenadora. A entrada é livre.

A razão porque se seleciona este livro no painel de livros deste ciclo não é por constituir um caso paradigmático de censura (o livro é da década de 80 do século passado e foi um caso de sucesso imediato), mas porque a sua história, para além de ser habitada por três personagens femininas fortes e ser, por isso, um discurso literário no feminino, está ligada a esse movimento político importante no Chile: a revolução socialista e a ditadura de Pinochet.

É uma história épica de 3 gerações da família Trueba e do seu envolvimento na revolução socialista chilena, revelando a extensão, visão e conhecimento da autora sobre estes acontecimentos da história do Chile no século XX, do caos do governo de Salvador Allende, seu familiar próximo, do golpe militar que o destituiu e da repressão subsequente.

O socialismo e o ideal revolucionário surgem, por isso, retratados no livro e muito embora o Chile fosse considerado um país geograficamente isolado, as influências não puderam ser evitadas.

Várias personagens fictícias simbolizam esta luta e a nossa autora convoca várias pessoas reais que representam estes ideais. Ela opta por não mencionar os seus nomes, mas Salvador Allende, por exemplo, é designado como Candidato e depois eleito como Presidente. Pablo Neruda é o poeta. Augusto Pinochet o ditador.

São estes ingredientes simultaneamente ficcionados e reais que fundamentam a nossa escolha, num regime repressivo sobejamente conhecido. Além do mais, o livro faz ainda parte de algumas listas de livros censurados, como por exemplo, na ALA (American Library Association) e no próprio Chile, aquando da sua publicação.

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site