Director: João Carlos Vieira
Sábado, 25 de Novembro de 2017
2017-11-03 15:49
Estorilista Tomás Silva conquista lugar n.º 1 do Circuito Profissional

Um ano após ter sido o melhor golfista amador nacional, o agora profissional do Team Portugal e do Club de Golf do Estoril, Tomás Santos Silva foi o melhor no circuito profissional português.

O jogador estorilista jogou pela primeira vez uma época completa como golfista profissional e alcançou o feito de ser o n.º1 com este novo estatuto, exatamente um ano depois de ter sido o n.º1 do Ranking Nacional BPI, uma tabela publicada pela Federação Portuguesa de Golfe e destinada aos melhores amadores portugueses. Aos 25 anos, Tomás Santos Silva completa talvez as suas duas melhores épocas seguidas de sempre e manifesta-se, naturalmente, satisfeito: 

«Era um dos objetivos que tinha para a minha época. Sabia que não iria ser fácil, que seria preciso ser muito regular, para mais sendo um ‘rookie’ (estreante no circuito). Sinto que joguei boas voltas de golfe. Terminei com 28 pancadas abaixo do Par em 5 torneios disputados. Só neste último Open da Final do Circuito PT Empresas senti-me pouco confortável com o swing, mas, ainda assim, consegui um 5°lugar com 4 pancadas abaixo do Par».

A regularidade foi sempre um ponto forte do profissional do Club de Golf do Estoril nos tempos de amador e continua com essa característica. É verdade que em 2017 só ganhou um torneio, o seu primeiro título como profissional, no Estela PGA Open, mas, em contrapartida, só fez top-5 nas restantes provas: 2º no Optilink PGA Open, 4º no Solverde Campeonato Nacvional PGA e 5º no Open da Final do Circuito PT Empresas.

O novo n.º1 do PGA Portugal Tour causou boa impressão no presidente da associação, José Correia, igualmente gestor do Team Portugal: «Quero felicitar o Tomás, no seu ano de estreia como profissional. Afirmou-se ganhando a Ordem Mérito Nacional 1080 Produções, a sua regularidade ao longo da época acabou por premiá-lo com este título. Temos a responsabilidade de continuar a apoiar o Tomás no âmbito do projeto Portugal Team, porque a sua dedicação e a qualidade do seu jogo dão-nos excelentes perspetivas de futuro».

O PGA Portugal Tour, o circuito profissional português, decorreu entre maio e outubro, mas mesmo nos primeiros meses do ano, Tomás Santos Silva mostrou-se extremamente regular, ao concluir o Portugal Pro Golf Tour, o circuito internacional organizado pela PGA de Portugal em colaboração do britânico Jamega Pro Golf Tour, no 4º lugar, com 11 top-10!

«Não posso deixar de agradecer à PGA Portugal, ao José Correia (presidente da associação dos golfistas profissionais portugueses), ao Ricardo Lopes (secretário geral da organização) à Sofia Câmara (press officer do Portugal Pro Golf Tour e secretária do PGA Portugal Tour) e a todos os parceiros da PGA que tornam possível a realização destes torneios que são importantes para os profissionais. Também agradeço a todos os que me ajudaram durante a época, a família, os amigos, a namorada e, sem dúvida, ao Team Portugal, ao Clube de Golf do Estoril, à Nike/Norgolfe, ao meu nutricionista e ao meu preparador físico», fez questão de frisar o jogador de 25 anos, residente em Cascais.

Tomás Santos Silva vai receber como prémio mil euros da 1080 Produções e sucede como n.º1 do circuito profissional português a Tiago Cruz, o n.º1 de 2016, 2015 e 2014, e a Hugo Santos, que também liderou durante três temporadas.

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site