Director: João Carlos Vieira
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017
2017-10-01 15:54
Clube Atlântico brilha em Espanha conquistando Ouro, Prata e Bronze

Os Espadistas do Clube Atlântico de Esgrima tiveram um excelente desempenho em terras espanholas, com João Cruz, Filipe Frazão e Tiago Bolaños a conquistarem, repetivamente, o Ouro, a Prata e o Bronze na 1ª Etapa do Circuito de Espada Júnior Espanhol.

A prova contou com 120 atiradores e o sexteto da Linha de Cascais entrou com grande determinação desde o primeiro toque. A fase de poules foi concluída com Miguel Frazão e Tomás Sernadas a vencerem todos os assaltos, João Cruz e Tiago Bolaños com 5 vitórias e 1 derrota e Filipe Frazão e Sebastião Lima com 4 vitórias e 2 derrotas.

Este desempenho colocou todo o grupo directamente no quadro 64, com exceção de Filipe Frazão que teve ainda que disputar o quadro 128, onde afastou o seu opositor por 15/4.

No Quadro 64, o Atlântico fez o pleno com os seis atiradores a seguirem em frente. Se uns venceram controlando o assalto desde o início, outros demonstraram o que caracteriza de facto o esgrimista, que é a capacidade de ultrapassar dificuldades e de encontrar novos caminhos quando as decisões iniciais não estão a resultar.

João Cruz foi um desses exemplos que, frente a Platon da Sala Cardenal Sisneros, esteve a perder por 3/6, trocou de tática ao intervalo e manteve-se em desvantagem por 5/10 e, com novo projeto para o terceiro período, inverteu o marcador e venceu por 15/12. Sernadas venceu 15/14, Bolaños 15/8, Lima 15/13, Filipe Frazão 15/11 e Miguel Frazão 15/10.

No quadro 32, o Atlântico viria a perder Miguel Frazão e Sebastião Lima. Frazão frente a Nieto da Sala de Armas de Valladolid por 8/15, num assalto onde esteve em desvantagem 6/8, conseguiu alterar a tática e igualar a 8/8, fugindo depois o espanhol fruto de alguma precipitação em momentos delicados do encontro. Lima ante Gonell, atirador de Amposta e líder do Ranking Espanhol terminando com 6/15.

Cruz afastou Calderon num assalto muito equilibrado que terminou 15/13, enquanto Bolaños ultrapassava o seu opositor também pelo mesmo resultado. Sernadas vencia Lopez da Sala de Burgos, igualmente por 15/13 e Filipe Frazão avançava com segurança com uma vitória por 15/3.

No quadro 16, Sernadas foi afastado por De Los Mozos de Burgos por 9/15. Bolaños voltou a fazer um excelente assalto controlando Nieto até aos 15/11 finais, enquanto Cruz venceu Gonell por 15/13 num assalto em que esteve sempre em vantagem. Filipe Frazão viria a vencer 15/14, passando, no entanto por algum aperto na fase final onde viu fugir a vantagem de 14/12 nos últimos segundos levando a decisão do assalto para a prioridade com 14/14, momento onde foi mais forte e venceu.

Nos quartos-de-final o trio do Atlântico esteve irrepreensível com Cruz a vencer Miguel Fernandes do Colégio S. Tomás por 15/6, o mesmo resultado com que Bolaños afastou De Los Mozos, enquanto Filipe Frazão afastava por 15/10 Vivar do SAMA.

As meias-finais juntaram Bolaños e Cruz, com este último a vencer por 15/8, enquanto Frazão tinha pela frente o número 2 do Ranking Espanhol – Fernandez. O jogo foi marcado pelo equilíbrio, com uma pequena vantagem para o espanhol, mas Frazão estava determinado a juntar-se a Cruz na final, tomou conta do assalto passando para a frente a 14/12, e fechando a contenda com um resultado de 15/13.

A final foi mais um assalto de grande equilíbrio, apenas decidido nos momentos finais, com vantagem para Cruz por 15/13. A Equipa da Linha de Cascais foi enquadrada pelo técnico Ricardo Candeias.

 

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site