Director: João Carlos Vieira
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014
2011-12-13 19:41
Masters Médis Copa Ibérica consagra os novos campeões

Os courts cobertos do CIF – Clube Internacional de Foot-ball foram palco do Masters Médis Copa Ibérica, organizado pela Lagos Sports.

João Lagos, Pedro Sousa, Nolito e Rui Machado

Naquele que foi o ponto final da temporada de 2011 do mais antigo circuito internacional de ténis veterano da Península Ibérica, destacou-se a vitória de Rui Machado no Pro-Am sob o olhar atento do extremo-direito do Benfica, Nolito, ao passo que na Médis Jovem, Duarte Vale justificou o título nacional de sub-12. O “Gato Fedorento” Tiago Dores jogou a sua primeira final na Médis Copa Ibérica e só foi derrotado pelo experiente André Mota.

Foram 48 os participantes na derradeira cimeira da Médis Copa Ibérica, com os quatro melhores atletas de cada um dos 12 escalões à procura do título de “mestre dos mestres”. No geral, os espanhóis estiveram em destaque conquistando metade dos troféus. A honra nacional foi salva pelos experientes Nuno Allegro (+65 anos), Isabel Cunha d’Eça (+50 anos), Carmina Azevedo (+60 anos), com André Mota a impor o seu estatuto de antigo número um do ranking FPT sobre o estreante Tiago Dores. Depois de derrotar nas meias-finais o homónimo Tiago Vasquez, o popular humorista não resistiu à maior rodagem competitiva do irmão de Bernardo Mota, perdendo pelos parciais de 6-1 e 6-3.

Nas bancadas do CIF, a jornada decisiva recebeu um adepto muito especial. A poucas horas de embarcar para o Funchal, onde o SL Benfica viria a bater o Marítimo em jornada da Primeira Liga, Nolito esteve no Restelo para apoiar a sua cunhada na final do escalão de mais 40 anos. Rosário Barea de Lara interrompeu a hegemonia das irmãs Almirall Garbayo batendo Cristina numa equilibradíssima semifinal – 6-4, 6-7 (3), 10-6 – mas, na discussão do título, e mesmo envergando a camisola oficial do emblema da Luz, viria a sofrer a vingança de Leiticia, 6-4 e 6-1.

No Pro-Am do Masters Médis Copa Ibérica 2011, Rui Machado e Pedro Sousa foram as figuras de maior destaque, enfrentando a oposição dos “profissionais” Nuno Almeida e José Pedro Silva. O actual líder nacional no ranking individual do ATP World Tour fez equipa com João Eusébio (Médis) e na final levou a melhor sobre a dupla Sousa/Valdemar Duarte (Médis), triunfando por 4-1.

A primeira edição da Médis Jovem, que juntou no CIF os quatro melhores tenistas nacionais do escalão sub-12 – Duarte Vale, João António, Diego Herrera e Bernardo Pires –, reeditou a final do último campeonato nacional de iniciados. E também aí prevaleceu Duarte Vale, justificando o seu estatuto de campeão nacional com uma vitória sobre João António por 4-2 e 4-1. Como prémio pela vitória, o atleta da Quinta da Marinha levou para casa um Apple IPad2, oferecido pela Médis.

No jantar oficial do Masters Médis Copa Ibérica 2011 foram então consagrados os campeões da prova, com todos eles a deixarem expresso o desejo de voltar em 2012 para defender os respectivos títulos.

Campeões 2011: Rui Machado/João Eusébio (Pro-Am); Duarte Vale (Médis Jovem); André Mota (+35 anos); Fernando Granero Alameda (+40); José Luis Villuendas (+45); Rajiv Batra (+50); Juan Arcones Pastor (+55); Buenaventura Velasquez (+60); Nuno Allegro (+65); Felix Candela (+70); Tanja Suennen (+35); Leiticia Almirall Garbayo (+40); Isabel Cunha d’Eça (+50); Carmina Azevedo (+60).
PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site